As 10 tendências de consumo para 2017

Nostalgia, pós-mulher e micro clãs estão entre os temas mais relevantes do ano

(Shutterstick/Abril)

A Total Publicações promove o o evento #TENDÊNCIAS2017, que reuniu editores para discutir as tendências de consumo que estão em pauta em 2017 e como elas podem ser aplicadas o mercado de publicações. Ao todo, 200 parceiros da empresa foram convidados para participar dos encontros que clarearam o caminho a ser percorrido.

A abertura foi realizada por Osmar Lara, diretor Comercial da Total Publicações, que reforçou a importância de ter, reunidas no encontro, editoras de revistas, livros e quadrinhos para falar sobre o cenário das publicações. Em seguida, Osmar passou a palavra para Kelly Sacramento, gerente da área de Inteligência de Mercado e palestrante do evento, que levou ao público a pesquisa realizada pela área e o desafio de aplicá-la nos negócios dos editores. Conheça as 10 tendências apontadas:

Nostalgia – os produtos que remetem à infância são grandes apostas do mercado. O relançamento de vídeo games que marcaram época e de publicações clássicas como O Manual do Escoteiro Mirim, por exemplo, trazem à tona boas lembranças para os adultos e a oportunidade das crianças conhecerem os grandes sucessos que fizeram a infância de seus pais;

Pós-mulher – o feminismo e a sororidade transformam positivamente a sociedade e, consequentemente, o mercado. As mulheres não desejam mais os mesmos assuntos de sempre, tomados como femininos, e as publicações devem olhar para as novas necessidades delas;

Longevidade – O público de mais de 50 anos vem ficando cada vez mais numeroso e, com o aumento da expectativa de vida, o olhar para a população mais madura precisa ser cuidadoso e criativo. “Cansamos de ser invisíveis” é o lema dessa geração, que passou por uma grande mudança comportamental e agora tem novas prioridades, novos consumos;

Pequena Infância – Neste momento, 82% das famílias latino americanas são influenciadas por crianças de 3 a 11 anos nas decisões de consumo. É uma faixa etária que merece ser inserida, de maneira cuidadosa, nas publicações que conversam com o público adulto;

Escapismo – Histórias fantásticas e drogas alucinógenas são alguns dos assuntos de interesse dentro do mundo do escapismo, que promove uma “fuga” da realidade e um distanciamento dos problemas;

• Mente sã e corpo são – O estilo de vida saudável está cada vez mais em pauta e investir em bons conteúdos sobre treino, meditação, florais e acupuntura, por exemplo, é fundamental para conversar com essa sociedade;

• Ancoragem – As pessoas estão em um movimento de busca pelas raízes familiares e espirituais afim de se apegar a lugares, pessoas e sentimentos que tragam segurança e conforto;

Micro clãs – Assim como no movimento de ancoragem, as pessoas estão retomando os pequenos grupos por interesse com o objetivo de se unir a pessoas com gostos e experiências semelhantes;

• Autenticidade – A crise de confiança faz com que as pessoas deem cada vez mais valor para produtos e marcas de tradicionais e de qualidade, procurando se arriscar o menos possível na insegurança;

• Experi Mente – Os consumidores estão mais interessados em consumir experiências e sensações do que produtos. Por isso, as marcas hoje desejam estar associadas a memórias sensoriais, principalmente com o olfato e a audição.